Skip to content

Dumb Ways to Die – Metro

20/11/2012

Depois de assistir o vídeo pela primeira vez, existe a chance de não ficar com a música, ou pelo menos o refrão, na cabeça?!

 

Dumb Ways to Die é uma campanha do Metro, serviço de transporte ferroviário de Melbourne. A idéia do vídeo é mostrar que, dentro de uma variada – e inusitada – lista de formas idiotas para morrer, fatalidades relacionadas a trens podem ser evitadas.
O vídeo é um ótimo exemplo de gurokawaii (グロカワイイ) – grotesco e fofo – e mesmo que o estilo não agrade todo mundo, temos que combinar: Passou a mensagem de um jeito divertido!

* Pausa dramática: Se alguém for comentar/reclamar que a animação é mais kimokawaii (キモカワイイ) – assustador e kawaii -, beleza! Mas daí aproveita e me explica direitinho cada categoria, com exemplos porque na breve pesquisa ao oráculo eu fiquei mesmo com a definição do gurokawaii *

すごくかわいい!!!

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. 22/11/2012 3:52 am

    Campanha muito instrutiva, e creio que alcançou o objetivo. A música delicadinha fica gravada de forma sutil.

  2. paula permalink
    29/11/2012 3:43 pm

    Primeiramente, parabéns pelo site!

    Tenho uma dúvida que me assombra a anos já e pensei que talvez você conseguisse responder! =) Já vi em seus posts falando que é possível trabalhar e morar no japão mesmo não sendo descendente ou casado com um, no entanto nunca encontro as oportunidades certa.
    Sou graduanda em Design Gráfico e queria saber se há oportunidades de trabalho para estrangeiros no Japão nessa área e o que eu deveria fazer para conseguir me aproximar deste sonho. Eu estudo japonês a uns anos e tenho bom nível de conversação, o que eu acredito que já facilite bastante. Será que enviar CV e portfolio para empresas japonesas adianta algo ou é melhor tentar transferência através de multinacionais aqui?

    Desde já agradeço pela sua ajuda ^^ abraços

    • 29/11/2012 4:04 pm

      Oi Paula!

      Para quem não é descendente de japoneses e também não é casado com um o jeito de ter essa experiência é vindo para trabalhar mesmo – esquecendo essa história blá blá blá de fábrica, por favor!
      Não digo que seja fácil, porque não é, mas existe a possibilidade sim. Vamos deixar claro que geralmente é uma experiência temporária e que, infelizmente, vai chegar o momento de ir embora.
      As pessoas têm que entender que o mercado de trabalho aqui é bem competitivo e que um empregador japonês só vai manter um empregado estrangeiro aqui se ele for realmente necessário.
      Se vc fala japonês, ótimo! Metade do drama você já eliminou. Acho que vc tem mais é que mandar seu CV/portifólio para quem quer que seja interessante para vc e para os seus planos. Agências japonesas ou empresas multinacionais… Não tem porque apostar todas as suas fichas na mesma coisa.
      Sabe aquela velha e boa dica “Quem não arrisca, não petisca”?! Então… Vc não tem nada a perder.
      As oportunidades só aparecem para quem corre atrás delas! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: