Skip to content

Halloween – Parte I

30/10/2010

Querido blog,

 

Preciso compartilhar com você como foi a primeira parte do Halloween: Estávamos em casa… Tínhamos acabado de ver um filme e tals… Curtindo o sábado pós-tufão no nosso lar super amado quando decidimos ir para a rua viver o halloween e no mínimo beber uma cerveja, porque somos filhos de Deus, né?!

Gente, em noite de halloween em Tokyo, mais precisamente em Roppongi, ninguém é muito católico não, tá?! (Palavras do Rafa!)

A gente foi para o nosso bar de estimação, claro. Sabíamos que estaria bem cheio, para não dizer lotado, e se estivesse muito impossível a gente daria meia volta e ia curtir nossa cerveja em outro lugar. Porém, fomos bravos e mesmo com aquela visão do bar cheio e já tumultuado, compramos nossa cerveja, a primeira de algumas, e ficamos por lá mesmo.

Na rua, no bar, em todo lugar tinha muita gente fantasiada. Gente “montada” mexxxxxmo… De dar gosto! A gente não chegou ao ponto de curtir o halloween assim, somos sérios! Olha, foi tudo bem divertido, mas acho que comecei a ficar horrorizada quando um dos funcionários do “nosso bar”, que estava fantaisiado de menina-baranga-fofa, de vestidinho e tudo, teve sua sainha levantada: Sério que precisava calcinha fio-dental para completar a fantasia?! Sério?!?!  Tô rindo até agora porque foi muito surreal! Calcinha fio-dental de verdade… De bundinha de fora e tudo (mas para deixar claro: vimos porque o vestido dele foi levantado, tá?! Oi?!)

Muita música pop, daquelas que colocam todos para dançar. Até porque, se vc está na rua sábado a noite (de halloween) e não dança ao som de Madonna, é porque você está em choque com alguma coisa – ou pior – né?!

E o pessoal super querido que trabalha no bar?! Meus heróis! TODOS!!! Na boa, eu mentalizei muito para não querer nem ir ao banheiro, porque atravessar todo aquele espaço lotado dava uma preguiça fenomenal. E ter de trabalhar, levar bebida, agüentar gente bêbada… Eu teria a maior preguiça do universo para isso! E todo mundo – os funcionários – de fantasia, no início até curtindo, mas chegou um momento que estavam todos meio arrasados, pedindo altas mesmo.

Pausa dramática: O tempo simplesmente não passava! Eu queria muito ter saído de lá só quando terminasse, às 5h da matina, mas o tempo simplesmente não passava, mais tenso do que aula teórica do Detran, tá?! Parecia que já estávamos lá há 5h – para mim – e não eram nem 2h da manhã! Como assim?! Acabamos de chegar em casa, mas mesmo assim, né?!

Preciso comentar que minha “amiga” japonesa muda (muda de verdade, não é “modo de falar”) estava lá e foi fofa comigo mais uma vez! Mas ooowww… Ela curte um cara problema!

Já falaram para mim (não vou dizer quem) que eu peço licença em japonês meio toscamente. Numa festa cheia de gente alcoolizada, assim é que funciona: SUMIMASEEEEEEEEEEEEEEN!!! Se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida foi a pedir “licença” de um jeito que niguém nega!

E antes de sair do nosso querido bar, parar no banheiro, porque ninguém conseguiria ser forte assim 24/7. O que era a mocinha com cinto e uns braceletes de cigana (cheiooooooos de moedinhas) fazendo barulho no banheiro?!

Loucura?! E o povo na rua?! Gente fantasiada que eu tô ó…. Com medo de ter pesadelo! E o cidadão que estava discutindo com o policial?! Na boa, fica bêbado mas não bate boca com o policial, por favor! E não… Não é bonito passar mal na rua (estrangeiros firmando a finesse aqui).

Para não deixar uma impressão errada no fim das contas: Foi tudo muito divertido, muito jovem e de vez em quando tem que ser assim mesmo. Estou até um pouco orgulhosa de chegar em casa depois disso tudo e escrever aqui. Mas claro… Nem tudo foi revelado. Claro que não! 😉

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Tainá permalink
    31/10/2010 11:32 am

    Alê-du-céu!
    Q loucura!
    Fiquei de olhos arregalados o ler seu “testemunho”!!! kkkkkkkk!!!
    Sério, choque to-tal!

    Ow, arrasou no post!!!
    A-do-ro d+ seu jeito de escrever!!!
    Não sei se é pq leio como se você estivesse contando pra mim, com a sua entonação e tudo mais!!!
    Suuuuuuuuuuuper saudade de vc agora!!!

    PS: fomos a campo essa semana e só uns vááários pássaros deram rasante na gente! O Marco falou de vc NA HO-RA!!!!!

    • 31/10/2010 11:55 am

      hahahahahaha
      Pássaro é bicho ruim! Bicho que te dá rasante sem você ter esboçado um ataque é porque tem maldade no coração! Tô falando! hahahahaha
      Eu teria um ataque do coração ou teria tentado bater nesses pássaros, com certeza!

      Tainá, povo se soltou aqui no halloween, só sei disso! Foi super divertido, mas chegou uma hora que a loucura dos outros começa a criar uma tensão, sabe?! Mas foi ótimo ser jovem no meio disso tudo! hahaha

      Ooowww… Fico tão feliz quando me falam que gostam do jeito que escrevo!Obrigada mesmo! Vc me conhece e já me ouviu tagarelar muuuuuuuuito, né?! Então acho que facilita tb! hahaha

      Saudades gigas de vc tb!
      Beijo beijo beijo – manda um beijo pro Marco tb!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: