Skip to content

The National Art Center, Tokyo

26/10/2009

こんにちは。

O tempo aqui em Tokyo virou: o frio começou a aumentar e a chuva a ser um pouco mais constante do que gostaríamos, mas nada que atrapalhe muito.Para vocês terem idéia, nosso domingo foi recheado com um passeio ótimo e o Rafael me levou para conhecer um lugar que fica bem perto do nosso apartamento: The National Art Center, Tokyo.

O centro é a 5ª instituição de arte do Japão organizada pela Independent Administrative Institution National Museum of Art (as outras 4 são: The National Museum of Modern Art, Tokyo, The National Museum of Modern Art, Kyoto, The National Museum of Western Art, e The National Museum of Art, Osaka).

The National Art Center, Tokyo abrange 14.000m² de área de exposição e o grande diferencial desse centro é não haver uma única mostra permanente, mas sim várias exposições temporárias simultaneamente, fazendo com que as visitações sejam sempre incentivadas. Além da arquitetura empolgante e das exposições, o centro oferece também áreas de permanência, como cafés e um restaurante.

Outras facilidades também são oferecidas, como cadeiras de roda, carrinhos de bebê, aparelhos de aúdio para guiar as exposições, etc… O que faz com que cada um, mesmo com suas particularidades e restrições, consiga aproveitar da melhor maneira o tempo que permanece no centro. É isso aí… Em Tokyo, arte está em todo lugar, para todo mundo usufruir! 🙂

A primeira impressão é a que fica!

O prédio maior abriga a área de exposição. O “triângulo” marca o acesso ao prédio e a cobertura circular, além de funcionar como marquise para os que chegam de automóvel, também é a cobertura da chapelaria do centro.

O que também faz The National Art Center, Tokyo bem importante é que ele faz parte do “Triângulo da Arte de Roppongi”, juntamente com o Suntory Museum of Art, que está localizado no Tokyo Midtown e o Mori Art Museum, localizado no Roppongi Hills, dois lugares que, como já falamos aqui, são bem significativos para a área de Roppongi e para Tokyo.

Art Triangle Roppongi

xoxo

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. Isabella permalink
    26/10/2009 9:23 pm

    Vou dar minha contribuição pro Blog!

    O National Art Center, Tokyo é o maior museu do Japão. O tempo de projeto e construção foi de 6 anos, inaugurado em 2006. Adivinha quem projetou? Kisho Kurokawa! Aquele da Torre Nakagin (aquela dos metabolistas, que cada “cápsula” ou apartamento era pré-fabricada e ia sendo encaixada num “core” de concreto como se fosse um lego…Aqui: http://www.kisho.co.jp/page.php/209 ) Para ver mais detalhes sobre o projeto e outras fotos tem a página do Kisho: http://www.kisho.co.jp/page.php/263

    É o Ruy Ohtake do Japão, digamos assim! Para mim tem muita semelhança entre os dois nas suas trajetórias de trabalho: começaram nos anos 1960, criando uma arquitetura que dialogava com as discussões vigentes em seu país, e com o passar do tempo, suas produções foram sofrendo modificações, desenvolvendo novas formas de pensar o espaço, acompanhando novas tecnologias em materiais e novas técnicas construtivas disponíveis em seu país e experimentando formas inusitadas e surpreendentes que provocam variadas sensações em quem vive os espaços criados por eles.
    Atualmente , ambos possuem como premissas em seus projetos: a criação de espaços que surpreendam seus visitantes, o uso de formas geométricas elementares associadas às curvas, o emprego de novos materiais, a implantação do edifício de modo a “trazer” a cidade para seu interior, por meio de halls, pátios ou pequenas praças externas aos prédios que acolhem o visitante antes da sua entrada.

    Aqui o link de um videozinho sobre o museu: http://www.youtube.com/watch?v=droSQt8ef94

  2. Isabella permalink
    26/10/2009 9:25 pm

    Alê, eu sei que o objetivo do Blog não é ficar falando de arquitetura, então desculpa se fui meio pedante! Mas adorei o projeto, fiquei curiosa, fui atrás pra saber de quem era, aí descobri e me empolguei! Já treinando pra dissertação….hehehe

    beijo!

    • 26/10/2009 9:44 pm

      Imagina, Isabellita! Bom é assim… Com participação!
      Acho ótimo quando tem comentário. Sem graça é escrever… escrever… e ninguém comentar. Aí não dá! 😉

      E amei a contribuição! Sempre que eu vejo um museu ou uma galeria de arte eu lembro de vc! Melhor coisa é saber que não é a toa que essa lembrança vem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: